Telefone
11 3660-7660
Telefone
Contato E-mail
X

Preencha o fomulário abaixo e um especialista da MultiSAFE entrará em contato com você.

Toque para ligar  Alarme Monitorado  11 3660-7660

6 Dicas fundamentais de segurança residencial para deixar sua casa protegida!

6 Dicas fundamentais de segurança residencial para deixar sua casa protegida!

6 Dicas fundamentais de segurança residencial para deixar sua casa protegida!


6 Dicas fundamentais de segurança residencial para deixar sua casa protegida!

Cada tipo de moradia tem especificidades quando pensamos em segurança. As medidas de proteção que você precisa tomar quando mora em um apartamento são diferentes daquelas que os moradores de casas precisam ter. Com casas e campo e praia acontece o mesmo. Toda ação é importante para deixar sua casa protegida e ter mais segurança no seu cotidiano.

Se você pensa em viajar para as festas de final de ano é bom ir se programando desde já para fazer melhorias na segurança da sua residência e não ter preocupações atrapalhando suas comemorações.

 

Trouxemos algumas dicas para que você avalie seu lar e tome providências para melhorar a proteção:

 

1. Confira todos os pontos frágeis da casa e reforce a segurança

A primeira coisa é fazer um checklist com todos os pontos de entrada da sua casa: corredores, garagem, janelas, portão e qualquer outra passagem. Veja se está tudo em ordem em todos estes locais, se é possível haver alguma invasão por eles e se todas as fechaduras ou cadeados estão funcionando bem. Mantenha tudo bem trancado sempre. Também é bom checar se há pontos cegos em que uma pessoa possa se esconder.

 

Caso alguém da casa perca as chaves é bom trocar todos os miolos de fechaduras. Nunca se sabe se as chaves podem ter caído nas mãos de alguém que já está observando a sua casa e esperando um momento para invadir.

 

Sempre vale a pena investir em cadeados, correntes e travas de segurança extra para colocar nos portões e portas de casa, principalmente no período da noite. Se você gosta de cães, tenha um. Ele pode ser um alarme em caso de tentativa de invasão e assustar os invasores.

 

2. Instale alarmes e luzes com sensores de presença

 

Lâmpadas com sensor de presença podem fazer uma grande diferença também para assustar um possível invasor. A luz acendendo de repente vai alertá-lo, iluminar o local e ele poderá ser visto facilmente, o que desestimula que a invasão seja concluída e a polícia pode ser acionada mais rapidamente.

 

Alarmes nas principais entradas da casa, como portão externo e porta de casa cumpre a mesma função da lâmpada, mas é ainda mais assustador e mais eficaz. Existem tipos diferentes de alarmes que são acionados de formas diversas. Para saber o que é mais adequado a sua residência converse com um especialista no assunto, que também poderá fazer a instalação.

 

Se você tem carros na garagem, não se esqueça de ligar os alarmes deles porque muitos veículos são invadidos dentro de casa para o roubo de acessórios do automóvel.

 

3. Grades e vidros temperados nas janelas e portas

 

Uma porta de alumínio, que geralmente é instalada em cozinhas, é muito frágil e pode ser arrombada. Se sua casa conta com alguma destas, vale a pena contratar um serralheiro para fazer um portão sob medida para ser colocado nas portas. Com certeza você dormirá mais tranquilo com uma proteção maior nas entradas.

 

O mesmo é válido para as janelas. Sua casa tem janelas que podem dar acesso ao interior? Invista em grades ou vidros temperados. Os vidros podem ser a escolha de quem deseja manter uma estética mais arrojada, mas é bom garantir a proteção com janelas blindadas.

Fechaduras, cadeados e travas também podem ajudar na segurança das janelas. É fundamental ter mais de uma fechadura em todas elas.

 

4. Verifique seus muros

 

Muitos invasores escolhem os muros como forma de entrar em uma residência. Para evitar este tipo de pesadelo, deixe os muros o mais altos que puder. Um pedreiro pode levantar muros com facilidade em um trabalho de poucas horas dependendo do tamanho.

Para reforçar a segurança o ideal é fazer a instalação de cercas elétricas por toda a extensão da casa. Além de intimidar, elas podem dar um choque e impedir a invasão da residência.

 

5. Instale câmeras de segurança

 

O monitoramento do ambiente pode ajudar de diversas formas, tanto para checar algum barulho estranho quando se está dentro de casa quanto para observar a sua residência de outros locais quando se está fora. Por meio de softwares em nuvem é possível inserir login e senha e ter acesso a imagem das câmeras em tempo real.

Além disso, as câmeras podem ser programadas para gravar as imagens, que podem ser vistas a qualquer momento. Caso ocorra algum incidente e a invasão aconteça, é possível investigar por meio das imagens.

O investimento pode ser um pouco alto, mas com certeza é válido para aumentar a segurança da sua casa. Atualmente o monitoramento por câmeras tem muitas funções diferentes e podem ser ligados a outros dispositivos para ampliar suas capacidades.

 

6. Dê vida a sua casa

 

Invasores evitam casas com movimento. Quando for sair ou estiver viajando procure deixar uma lâmpada interna acesa. Deixar algum rádio tocando música em um volume baixo também pode ser uma boa estratégia.

Se você tem um vizinho ou familiar de confiança, peça para ele passar na sua casa para recolher a correspondência e limpar a parte externa. Quando o ambiente fica muito empoeirado e com panfletos demais passa a ideia de que a casa está abandonada então vale a pena ter alguém cuidando disso quando se está fora. E não descuide disso no seu cotidiano.

Todas estas dicas podem e devem ser utilizadas juntas, aplicadas no cotidiano e virar rotina na segurança da sua casa, mas devem ser ainda mais reforçadas quando você e sua família estiverem viajando, por exemplo.

 

Para instalar estes equipamentos de segurança sugeridos neste artigo ou até mesmo conhecer outras soluções, procure a MultiSAFE e faça um orçamento.